Vice-prefeito de Jerusalém quer desfile de burros em protesto à parada gay


O vice-prefeito de Jerusalém, Yitzhak Pindrus, pediu autorização policial para organizar uma manifestação de burros na cidade no mesmo dia da parada do orgulho gay, pois, em sua opinião, tanto gays quanto burros são seres inferiores e dignos de desprezo.

Pindrus, de linha judaica ultraortodoxa, pretende levar dezenas de burros às ruas na próxima quinta-feira, enquanto a comunidade lésbica, gay e transexual marcha rumo ao Parlamento em um desfile que provoca todo ano forte rejeição nos setores religiosos e conservadores da cidade santa, informa o serviço de notícias israelense “Ynet”.

A manifestação de burros é a forma como Pindrus pretende protestar contra a autorização para a celebração em Jerusalém do desfile do orgulho gay.

“Os burros também estão orgulhosos de ser burros e querem ter seu desfile”, declarou o vice-prefeito, que considera a homossexualidade “um ato primitivo”.

A Prefeitura de Jerusalém ressaltou que se trata de uma iniciativa privada, e que não representa a opinião da instituição. Por enquanto, a Polícia não respondeu ao pedido de Pindrus, que advertiu que irá até a Corte Suprema para conseguir que sua manifestação seja autorizada.

Com informações da EFE

Nota da Redação: O que é realmente vergonhoso e digno de passeatas (sem animais) é o preconceito, a ignorância e a violência, que podem se manifestar de diversas formas e a alvos diferentes. Dignos de desprezo  são os indivíduos incapazes de respeitar as diferenças e a diversidade de escolhas. Muito da decadência humana se deve a isto: à intolerância e à soberania sobre os inocentes. Mais uma vez, comprova-se por um comportamento violento e arrogante, tanto a humanos quanto a não humanos, que a humanidade enquanto não souber o que é respeito não viverá num mundo de paz. Feio é matar animais, consumir o que deriva da exploração e sofrimento dos animais. Feio é ser violento, intolerante, preconceituoso. Feio é agir com maldade. Feio é causar sofrimento, explorar e submeter à dor. Essa manifestação utilizando burros é uma dupla imbecilidade: enquanto há tantas boas ações a serem feitas, o ser humano desperdiça tempo, energia e inteligência para ir a lugar nenhum.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FELICIDADE

TRATAMENTO MÉDICO

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>