Campanha no Facebook salva vida de cachorra com deformação nas patas


Por Giovanna Chinellato  (da Redação)

As imagens a seguir contam a história de uma cirurgia memorável que transformou a vida de Belle, uma mestiça de greyhound.

Antes da operação ela tinha patas deformadas que a faziam andar como uma aranha. Ela nascera com a deformidade, e foram feitas várias campanhas para bancar o tratamento que fortaleceria suas pernas.

A imagem mostra Belle antes da cirurgia, com os cotovelos frontais voltados para fora; mas depois de dois rounds de cirurgia, ela agora se parece com um filhote comum e está em busca de um novo lar.

De acordo com reportagem publicada no jornal Daily Mail, Jennie Foxall-Lord, a administradora e fundadora do Mayflower Sanctuary em Doncaster, no Reino Unido, começou uma campanha há três meses no Facebook com apoio de dezenas de amantes de cães que ajudaram a erguer os três mil dólares necessários para a operação.

Jennie disse: “Quando ela andava, parecia uma pequena aranha. Agora, ela age muito mais alegre, brinca com os outros cães, antes ela só ficava deitada num canto. Ela é uma cachorrinha amável e esperamos encontrar uma família carinhosa para ela. Belle está radiante.”

O crescimento irregular dos ossos causou a deformação, mas, se o problema fosse detectado antes, a operação que envolveu quebrar suas patas, colocar pinos e duas talas poderia ter sido evitada.

“Ela não tinha vida antes dessas operações, ela realmente não tinha futuro”, disse Jennie. “Ela não seria capaz de andar. Felizmente o veterinário disse que existia uma possibilidade de melhora, caso contrário talvez a teríamos sacrificado. Mas agora as coisas mudaram completamente, que cachorra feliz ela é! Uma filhotona que não pôde viver as aventuras de filhote ainda.”

“Ela é tão cheia de vida, uma pequena guerreirinha. Se alguém era capaz de superar aquilo, era Belle.” Ela teve pinos aplicados nas pernas que foram removidos em maio. A mestiça determinada, que foi largada no santuário pelos ex-tutores, pode então, no mês passado, dar sua primeira caminhada – e recebeu alta.

A pequena, que agora procura um novo lar, precisará de monitoramento para o resto da vida, mas felizmente as operações já passaram.

Jennie, cujo santuário abriga 40 cães e uma ninhada de bebês no momento, disse que a veterinária de Belle não havia visto nada parecido antes e acrescentou que a lutadora canina não sente mais dor alguma.

Ela disse: “Jamais pensaríamos em doar Belle sem ter certeza de como seria a operação. Ela ainda é um filhote, será bem ativa e precisa de alguém que controle seu peso e exercite-a bastante. Provavelmente não uma casa com crianças, pois ela poderia derrubá-los sem intenção. Se ela precisar de outra operação, a Mayflower pagará – é assim com qualquer cão que doamos.

“Felizmente, várias pessoas foram generosas e ajudaram a pagar a operação. Ela nunca parou de abanar o rabinho, apesar de sentir dores horríveis. E ela sempre ficava contente de ver você, mesmo que não pudesse levantar para cumprimentá-lo. Ela merece um bom lar.”


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

TRATAMENTO

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>