Conheça receitas caseiras para o tratamento dos cães


Os remédios naturais podem acabar com diversos tipos de problemas nos cães, como por exemplo: alergia, pulgas, resfriados, ansiedade etc. Seguem algumas dicas:

1. Pulgas: chá de arruda. Para repelir pulgas do seu cachorro, pingar uma gota de chá de arruda na pele do animal. 

Sarna. Remédio natural: melão amargo (ou melão de são caetano). É necessário fazer o tratamento por três semanas. Dê um banho normal no cachorro semanalmente, secando com toalha e secador. Posteriormente, aplique o suco puro do melão. Deixe agir por 10 minutos. Atenção: o cachorro não pode lamber, é tóxico! Enxágue bem e seque.

2. Aumente a imunidade do seu cachorro. Remédio natural: aveia.
Se ele estiver adoentado, misture na ração entre 1 e 2 colheres (café, chá, sobremesa ou sopa, conforme o tamanho do cachorro). Mas atenção, a aveia poderá ocasionar diarreia no cão! Nesse caso, use o chá das folhas.

3. Acabe com cólicas e desintoxique seu cachorro. Remédio natural: água de arroz e chá de erva-doce. A água de arroz ajuda a desintoxicar e o chá alivia cólicas. Lave arroz cru (use  um copo de água para cada ½ xícara de arroz comum) e separe a terceira passagem da água. Coloque numa seringa sem agulha e dê um pouquinho do líquido várias vezes ao dia. Intercale o remedinho com chá de erva-doce, que alivia as cólicas.

4. Para acalmar cachorros que ficam sozinhos. Remédio natural: folhas de maracujá (passiflora). Numa panela sem tampa, ferva por 10 minutos de 3 a 5 g de folhas de maracujá em 250 ml de água. Quando esfriar, misture esse chá na água que o animal bebe.

5. Espantar parasitas, como pulgas e carrapatos. Remédio natural: arruda.
Primeiramente, prepare uma infusão com 20 g de folhas de arruda em 1 litro de água quente (sem ferver) e use como a última água de enxágue. Deixe secar naturalmente. Galhos da erva de santa maria sob a cama deles agem como repelente.

6. Cicatrização mais rápida para pequenos machucados. Remédio natural: couve. Coloque uma folha de couve macerada sobre o ferimento. Mas, se ele insistir em comer o curativo, use o “plano B”: misture 1 parte de tintura de calêndula em 2 partes de água fervida e filtrada e passe no machucado de três a quatro vezes ao dia.

Fonte: Portal da Cinofilia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>