Três tamanduás e uma garça, que passaram por tratamento, são soltos na reserva do Pau Furado


Três tamanduás e uma garça, que estavam internados no Hospital Veterinário de Universidade Federal de Uberlândia (UFU), foram soltos nesse fim de semana no Parque Estadual do Pau Furado, localizado nos municípios de Uberlândia e Araguari.

Os tamanduás, um macho e duas fêmeas, estavam no hospital há cerca de seis meses. Os três tiveram fraturas nas patas depois de serem atropelados em rodovias da região. Uma das fêmeas também perdeu parte da cauda. “No mato, eles não teriam condição de viver machucados como estavam. Agora vai ser fácil readaptarem à natureza”, disse o sargento Renato Souza, da Polícia Militar de Meio Ambiente, que acompanhou a operação de soltura dos bichos.

De acordo com o professor André Quagliatto, responsável pelo setor de animais silvestres do Hospital Veterinário, os tamanduás receberam uma marcação e serão monitorados via satélite. “Isso facilita para quem fiscaliza a rodovia. Podem ser colocadas cercas ou túneis para que não aconteça mais este tipo de acidente”, disse.

A garça foi encontrada com aproximadamente um mês de vida dentro da cidade e entregue à Polícia de Meio Ambiente. Ela foi solta em um córrego no Parque Estadual e terá que reaprender a viver na natureza.

Um lobo-guará fêmea é o mais novo hóspede do Hospital Veterinário da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Ela tem 2 anos e foi capturada na última sexta-feira, no bairro Shopping Park, zona sul de Uberlândia. Segundo o sargento André Leonardo Marques, da Polícia Militar de Meio Ambiente, uma moradora do bairro avistou o animal próximo à casa dela e acionou os policiais.

O animal perdeu parte de uma das patas que estava infeccionada. A ferida provavelmente foi causada por atropelamento, segundo o professor do Hospital Veterinário, André Quagliatto.

No hospital, cerca de 150 animais silvestres ainda estão em tratamento. Nesse fim de semana, um filhote de tamanduá-mirim também foi encontrado.

Fonte: Correio de Uberlândia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>