Alojamento para animais de estimação deve ser escolhido com cuidado


O crescimento da oferta de unidades de alojamento de animais em tempo de férias leva os responsáveis da SOS Animal, em Portugal, a aconselhar algumas cautelas na hora de escolher o espaço. Até porque um alojamento numa unidade onde o animal não se sinta bem pode terminar com problemas gravíssimos. “Antes de levarem o animal para o hotel, os tutores devem conhecer muito bem o espaço”, aconselha Rita Silva.

A representante da SOS Animal reconhece que, “em termos gerais, a qualidade dos hotéis para animais tem melhorado”. Contudo, afirma, “ainda há muita gente que faz disto um mero negócio, pelo que as pessoas devem ter muito cuidado antes de escolherem o local onde vão deixar o seu cão”. “Façam todas as perguntas, falem com os tratadores”, acrescenta.

Algumas das formas de minimizar o impacto do alojamento temporário passam por “levar objetos que sejam do cão, para manter uma referência do seu espaço”. Além disso, se possível, antes do alojamento, o animal deverá passar uma ou duas noites no hotel, para se ir ambientando ao espaço.

Uma boa alternativa é também o pet-sitting, “uma prática muito comum no Norte da Europa”. Mas também aqui deve haver alguns cuidados antes de contratar estes serviços. Até porque, em muitos casos, estamos a abrir a porta de casa a pessoas estranhas.

“Recolham as melhores referências possíveis do pet-sitter”, aconselha Rita Silva, sublinhando que é também necessário ver “como interagem o tratador e o animal” para evitar dissabores.

Fonte: DN Portugal



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>