Libertados da exploração

120 beagles usados em laboratório são resgatados após fechamento de centro de pesquisa, nos EUA

Em abril de 2010, um centro de pesquisa em Nova Jersey (que testava medicamentos e químicos) fechou por falência. Isso deixou 120 beagles abandonados. Um juiz determinou que os cães,...

23

07/07/2010 às 06:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Giovanna Chinellato (da Redação)

Foto: Pets Alive

Cento e vinte beagles que passaram a vida sendo torturados em pesquisas médicas estão hoje livres, desde o dia 2 de julho, sob cuidados de grupos de proteção animal, para depois irem morar com famílias de verdade.

As ONGs americanas Best Friends Animal Society, com sede em Kanabm, Utah, nos EUA, e Pets Alive Animal Sanctuary, de Middletown, NY, se uniram para fazer o resgate.

Em abril de 2010, um centro de pesquisa em Nova Jersey (que testava medicamentos e químicos)  fechou por falência. Isso deixou 120 beagles abandonados. Um juiz determinou que os cães, que eram usados em pesquisas médicas e ficaram largados nas gaiolas do local depois da falência, poderiam ser resgatados por ONGs de proteção animal.

A Best Friends deu o alarme para que o país todo se movesse para ajudar esses beagles. Foi também a Best Friends que contatou a Pets Alive, um santuário em Nova York, que se ofereceu para acomodar os cães e disponibilizou suas instalações para as operações de resgate. Várias outras instituições se manifestaram para alojar os animais.

A Best Friends está pagando pelo transporte dos cães, assim como tratamento veterinário, comida e funcionários. A Best Friends vai levar 30 deles para sua própria sede, em Utah, incluindo aqueles que precisam de maior tempo e atenção para serem reabilitados.

Estima-se que os cães tenham entre dois e cinco anos e tenham vivido todo esse tempo no laboratório. Beagles são usados em pesquisas médicas por seu comportamento manso, natureza passiva, boa saúde e tamanho médio.

“A Best Friends está se unindo à Pets Alive em Nova York para ajudar esses animais a terem a segunda chance que tanto merecem. Esses cães viveram em laboratórios por muito tempo, sem amigos, sem vida. Primeiro, irão para a Pets Alive, onde receberão os cuidados de que precisam. Já que nunca tiveram a oportunidade de demonstrarem sua natureza amável, a Best Friends e a Pets Alive se comprometeram a ajudá-los a encontrar novos lares onde poderão ser quem realmente são ”, disse Judah Battista, diretor dos programas comunitários e serviços da Best Friends.

“Nesse caso, a prática cruel e desnecessária de testes em animais foi combinada ao abandono dessas vítimas inocentes. Estamos gratos por ser parte do resgate e continuaremos a nos unir à Best Friends e compartilhar nossa missão para melhorar a vida de nossos companheiros animais”, disse Kerry Clair, codiretora executiva da Pets Alive.

Foto: Pets Alive

Doações

Esses cães precisarão de hospedagem, comida, caminhas, microchips, coleiras, guias e brinquedinhos para se divertirem. Logo, a melhor forma de ajudar é doando.

Para ajudar a Best Friends, visite www.bestfriends.org

Para ajudar a Pets Alive, visite www.petsalive.com

Fonte: Dog Time

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.