Animais agonizam durante incêndio em canavial de uma usina em SP


Um incêndio no canavial de uma usina de Mirassol, no noroeste de São Paulo, saiu do controle e provocou muito prejuízo. No meio das cinzas, pequenos animais, atingidos pelo fogo, agonizavam.

A fumaça escura era vista a quilômetros. De perto, a altura das chamas impressiona. Em menos de meia hora o fogo destruiu toda a plantação de cana-de-açúcar. A queimada foi tão grande que deixou o dia parecendo noite.

O incêndio começou em uma plantação de cana e rapidamente se estendeu para uma área de pastagem, onde atingiu a rede de energia elétrica. Os fios e os postes foram queimados pelas chamas que atingiram cerca de dez metros de altura.

A Polícia Ambiental vai investigar as causas do incêndio. As queimadas estão proibidas até novembro no estado de São Paulo entre as 6h e 20h, por conta da baixa umidade do ar nesta época do ano.

Se ficar comprovado que o incêndio foi provocado pela usina a empresa será multada pelos danos ambientais, como a poluição do ar, e a morte de animais. Um filhote de cervo foi retirado do meio do canavial em chamas. Ainda agonizando, o pequeno animal lutava pela vida.

Fonte: Globo Rural


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CANADÁ

ABRAÇO ANIMAL

DENÚNCIA

JAPÃO

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>