A cantora Leona Lewis proíbe produtos de origem animal entre funcionários de sua turnê


Por Rachel Siqueira  (da Redação – EUA)

Quando Paul McCartney declarou sua turnê “Up and Coming” como meat-free (livre de carnes), fornecendo 480 refeições 100% vegetarianas diariamente à sua equipe de funcionários, todos pareciam empolgadamente aplaudir seus esforços.

Agora que, seguindo o exemplo de McCartney, a também cantora britânica Leona Lewis proibiu todos os produtos de origem animal de sua turnê “Labyrinth” (e inclusive ostentando um guarda-roupa, autofinanciado, no valor de U$ 262.500, com figurinos produzidos eticamente, “nos mais elevados padrões de proteção dos animais”), os membros de sua equipe de funcionários estão revoltados e reclamam que Leona estaria sendo exigente demais. Mas o que é isso?  Um peso, duas medidas?

Foto: Reprodução/Leona Lewis

A política meat-free do tour de Leona – que inclui, segundo o site Ecorazzi, proibir funcionários de trazer de restaurantes qualquer tipo de proteína de origem animal para as instalações etc – os irritou de tal maneira, que eles a estão acusando de ser “chata” e “fresca”, explicando que a expectativa de uma dieta estrita estaria “passando dos limites”. Alguns de seus funcionários até mesmo ameaçam se demitir.

Conhecida por colocar seu coração em suas músicas e nas causas pelas quais luta, a famosa cantora, de 25 anos, reafirma suas convicções no vegetarianismo – decisão que ela tomou há bem mais de uma década -, explicando: “Eu parei de comer carne, fiquei bem doente porque não sabia o que comer. O processo de abate dos animais é cruel. Essa é a minha opinião. Não vou empurrá-la a ninguém.” Alguns poderiam argumentar que a exigência de um vegetarianismo temporário por parte das pessoas com quem Leona trabalha, na realidade seria uma imposição de “estilo de vida” que eles, do contrário, não teriam adotado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>