Hipopótamos morrem por infecção bacteriana em reserva natural de Uganda


Por Raquel Soldera (da Redação)

Cerca de trinta hipopótamos morreram de antraz, uma infecção aguda causada por uma bactéria, no Queen Elizabeth National Park, uma reserva natural ao oeste de Uganda. As autoridades locais afirmam terem contido o surto com sucesso.

Imagem: EFE Verde

Segundo Lillian Nsubuga, funcionária da Autoridade Ugandesa da Vida Selvagem, que supervisiona todas as atividades nas reservas naturais do país, os hipopótamos mortos foram enterrados no parque depois de serem examinados por veterinários e médicos do setor de saúde pública.

Este é o segundo surto de antraz que acontece no Queen Elizabeth National Park, onde um surto semelhante em 2004 deixou um saldo de 300 hipopótamos mortos.

“Desta vez não tivemos muitos problemas, porque sabíamos qual doença era, em contraste com o surto de seis anos atrás, quando não tínhamos ideia do que nós enfrentávamos”, disse Nsubuga.

Com informações de EFE Verde


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>