Estudo britânico revela que crianças com alto QI tendem a seguir dieta vegetariana


De acordo com um estudo publicado no The British Medical Journal, crianças com alto QI (quociente de inteligência) têm 20% mais chances de se tornarem vegetarianas na fase do crescimento.

Imagem: Vida Vegetariana

Para chegar ao resultado, o estudo testou o QI de um grupo de 8 mil crianças de 10 anos. A dieta dessas crianças foi avaliada por um período de 20 anos, até atingirem os 30 anos de idade. As crianças participantes do estudo que tornaram-se vegetarianas o fizeram por escolha própria.

O estudo também traçou um perfil da maioria dos vegetarianos:

– sexo feminino;
– possuem ensino superior;
– nasceram em famílias de classe média ou alta.

Portanto, se seu filho decidir se tornar vegetariano, apoie a iniciativa. O que Albert Einstein, Van Gogh e Emily Dickson têm em comum? Mentes brilhantes são vegetarianas!

Estatísticas

A população vegetariana cresce principalmente entre estudantes de ensino superior. As estatísticas variam, mas de acordo com o autor do livro Eating Animal, Jonathan Safran, estima-se que 18% dos universitários norte-americanos são vegetarianos.

Acredita-se ainda que cerca de 3% da população americana siga a dieta.

Fonte: Vida Vegetariana


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DOÇURA

EXTINÇÃO

SONHO REALIZADO

CARIBE

POLÍTICA AMBIENTAL

SÃO PAULO

AÇÃO HUMANA

TRAGÉDIA

MASSACRE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>