Vítima da urbanização, macaco frequenta condomínio mineiro


Por Carol Keppler  (da Redação)

Um macaco identificado como um bugio adulto tem visitado um prédio vizinho à Mata das Borboletas, no bairro Sion, em Belo Horizonte. O animal apareceu pela primeira vez há um mês. Agora, vai todo dia ao condomínio e entra na área de lazer.

Apesar de ter virado o xodó das crianças e parecer divertir-se quando entra na sala de ginástica – onde fica olhando no espelho e já chegou a entrar e brincar nas barras – o primata é uma vítima da urbanização dos locais antes habitados por animais como ele. O macaco, que parece ter saído de cativeiro, porque tem o rabo cortado, se alimenta de folhas, flores e brotos de árvores. 

Sem habitat, ele agora é alvo de preconceitos e discriminação por parte dos moradores do condomínio, que acreditam que ele pode causar doenças. O centro de triagem do Ibama vai analisar a situação do macaco. 




Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE

GRATIDÃO

ESPECIAL

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>