Festa do Pato: mais uma tradição vergonhosa realizada em nosso país


Por Amanda Grimm  (da Redação)

Como se já não bastassem os rodeios e a farra do boi, práticas de tradição cruel em nosso país, a 9ª Festa do Pato, realizada pela Sociedade Esportiva e Recreativa União Mildau, em Pirabeiraba (SC), ofereceu a um público sádico mais um evento de maus-tratos e humilhação aos animais: a corrida de patos.

Animais são submetidos a condições estressantes (Foto:Rogerio da Silva)
Animais são submetidos a condições estressantes (Foto:Rogerio da Silva)

Para ganhar a “Corrida do Pato”, a pessoa que conduz o animal não pode deixá-lo voar, sem tocá-lo. Para isso, é necessário que o “atleta” estresse o pato ao extremo, correndo e batendo palmas atrás das aves. Ao todo, 25 aves participaram da tortura.

A disputa, que não passa de uma prática criminosa e cruel, já virou tradição na região. Esse ano, o vencedor foi um garoto de apenas 15 anos, mostrando o lamentável incentivo que crianças e jovens recebem para aceitar os maus-tratos a animais como algo correto, comum e sem importância.

A “Corrida de Patos” submete os animais a uma experiência extremamente traumática. Não é porque uma prática cruel sempre existiu e fez parte de uma determinada cultura que ela se torna boa e aceitável. Como seres humanos orientados para uma vida civilizada e pacífica, devemos evoluir para hábitos saudáveis e atitudes éticas, que ensinem o respeito a todos os seres para as próximas gerações.

Com Informações do Diário Catarinense


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>