Cidade de Zarate, na Argentina, declara-se livre de circos com animais


Por Raquel Soldera (da Redação)

O Conselho Deliberativo de Zarate, na Argentina, ouviu o pedido dos cidadãos e aprovou nesta semana, por 16 votos a 2, o fim de circos com animais na cidade.

Depois de o circo Kroner se instalar na cidade e agredir integrantes da organização AnimaNaturalis (leia notícia publicada na ANDA aqui), ativistas e líderes locais começaram a impulsionar um decreto para proibir circos com animais.

Ativista agredida por funcionários do Circo Kroener (Imagem: AnimaNaturalis)

Zarate agora se une a outras cidades, províncias e países que tomaram uma posição contra a crueldade com animais e entenderam a influência desse tipo de espetáculo com a educação e a ética dos cidadãos, incentivando atrações circenses que promovem o desenvolvimento artístico, e não a exploração de animais.

Os circos representam a prisão de animais, onde as crianças os veem como se fossem objetos, obrigados a realizar atividades que não fazem parte da sua natureza, e que só realizam devido às privações e subjugação.

Apesar de termos ainda um longo caminho a percorrer, acreditamos que esse é mais um passo para que todas as cidades se conscientizem da crueldade existente nos circos, e finalmente declarem-se livres de espetáculos baseados na exploração e no sofrimento dos animais.

Com informações de AnimaNaturalis


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>