Nova versão do Mafia Wars traz violência contra animais


(da Redação)

Depois da febre do Farmville, Mafia Wars é outro jogo que arrasta milhões de jogadores no Facebook.

A mais recente atualização do jogo, produzido pela Zynga, traz violência e crueldade contra animais. Na nova versão é possível usar cães, cavalos, leões entre outros animais como armas. A atualização do Mafia Wars estará disponível na rede social na próxima semana.

É apenas um jogo, mas perpetuar a imagem de pit bulls como a luta contra as máquinas é imprudente e errado. É particularmente perturbador à luz da recente decisão do Supremo Tribunal dos EUA que derrubou uma lei que proíbe a distribuição de vídeos que glorificam tanta crueldade com os animais. Pit bulls já enfrentam uma batalha de relações públicas e são a raça mais abusada entreos cães.  Eles são frequentemente mantidos acorrentados ou confinados, são insultados e treinados para ser agressivo, e eles são espancados e passam fome, às vezes até a morte.

A PETA já veio a público criticar o uso de animais em ataques contra inimigos. A organização entrou em contato com o CEO da Zynga, Mack Pincus, e está tentando suspender o lançamento dessa atualização que incita a  violência contra animais.

“Esta nova versão é um erro de Zynga, criador de muitos jogos populares como Farmville. Vamos tentar convencê-lo a não usar animais. Você também pode enviar comentários educados pedindo-lhe para deixar os animais fora da Mafia Wars”, disse uma representante da Peta.

e-mail Zynga:  customerservice@zynga.com.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTUDO

CONSUMO CONSCIENTE

PROTEÇÃO

AMOR PROFUNDO

ÍNDIA

RESGATE

ASFIXIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>