Pseudotecnologia verde cria porcos transgênicos


Por Lilian Regato Garrafa   (da Redação)

 

Foto: Cecil W. Forsberg

 

As notícias para os animais raramente são boas quando o assunto é avanço científico. Enquanto a consciência ambiental e a sensibilidade crescem, associadas à difusão do veganismo como um meio ético de se tratar os animais, a natureza e o planeta, infelizmente a ciência continua se desenvolvendo na contramão.

Os dejetos dos suínos liberam fósforo, que, em excesso no solo, pode causar poluição dos recursos hídricos. Evidente que com a criação cada vez mais crescente desses animais para o consumo, a poluição no solo também aumenta.

Esta poderia ter sido uma boa desculpa para se reduzir o abate desses animais pela pecuária, mas a indústria não pode perder nenhum centavo.

A saída encontrada por pesquisadores canadenses para se manter o alto lucro foi desenvolver porcos transgênicos, que expelem 70% menos fósforo em seus dejetos – o que alivia os fazendeiros dos gastos para amenizar os “estragos” causados pela suinocultura.  A enzima desenvolvida fará com que o metabolismo dos porcos absorva o fósforo que deveria ser naturalmente liberado em seus dejetos. Além do absurdo com a própria natureza do animal, mais uma toxina a ser acrescida ao paladar dos onívoros.

A nova “espécie” de porcos, desenvolvida à base de genes de bactérias e ratos, foi batizada de Enviropig.  Uma ironia, pois a nomenclatura induz à conclusão de que se trata de melhoria ambiental. Como se os porcos não fizessem parte do meio ambiente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>