Animais continuam morrendo de fome em zoo na China

silvana
April 5, 2010

Por Giovanna Chinellato (da Redação)

Catorze felinos selvagens morreram de fome num zoológico em Harbin, na China, e uma vala foi encontrada com dezenas de outros corpos de animais desnutridos.

No ano passado, o Harbin North Forest Zoo abriu uma cova de três metros de profundidade para enterrar os animais mortos, incluindo dois tigres brancos, dois leões africanos, dois guepardos, três leopardos e cinco leões brancos.

Trabalhadores do zoológico disseram que o local passa por dificuldades financeiras desde 2004 e que os animais têm morrido de fome nos últimos dois anos.


Leão em zoo de Tianjin, China (Foto: mscottbrauer.com)


Não é certo o número de animais enterrados na vala, mas o número de animais no zoo diminuiu notavelmente, e notou-se a falta de um elefante asiático. Zhang Xinru, chefe do departamento de alimentação do lugar, disse que alguns tratadores alimentavam os leões apenas com pães de milho cozidos no vapor. Ele disse que o zoológico apenas voltou a alimentá-los com carne depois da morte de 14 animais em 2008.

Outros zoológicos do país enfrentam condições parecidas, segundo Hua Ning, o gerente de projetos da IFAW na China. “Animais selvagens têm sido mantidos em pequenas jaulas. Eles estão passando fome e emagrecendo. Seus corpos estão cheios de cicatrizes e feridas”, disse Hua na terça-feira, 30.


Turistas alimentam tigres em um zoo em Guilin, na China (Foto: National Geographic)


Atualmente existem 212 zoológicos na China. Segundo Hua, “tratadores podem alimentar os animais com o que quiserem e colocarem-nos onde quiserem, pois não existe legislação para protegê-los”.

Hua também salientou que, devido à falta de legislação,os zoos não podem ser considerados responsáveis pela morte dos animais.

Protetores dos animais e especialistas legais na China estão revendo uma lei para combater a crueldade com animais. No entanto, Hua alerta: “simplesmente criar uma lei nunca irá resolver os problemas na prática. Os problemas só serão aplacados com novos padrões de compreensão e conscientização da população”.

Com informações de Global Times

Nota da Redação: Manter animais confinados pelo resto de sua vida é indiscutivelmente uma grande violência. Zoológico nenhum deveria existir. Os animais que chegam aos zoos são oriundos do confinamento de gerações e gerações de suas famílias ou do tráfico, com o único objetivo: servirem aos interesses humanos de lucro e entretenimento, por meio do sofrimento e da exploração dos animais confinados. O lugar do animal é no seu habitat, entre seus pares. Contribuímos com a preservação das espécies pela conservação de seus habitats naturais.


Você viu?

Em busca de companhias,

Fonte: g1.globo.com Uma das

Pixabay Aproximadamente 50 ativistas

Grupo de guardas ambientais

Foto: Reprodução Youtube /

Reprodução/Instagram/@osindefesos Três cachorros tiveram

The Dodo Onyx e

Foto: Reprodução/GRAD A destruição

Foto: Pixabay A tradição

Notícias | Você é o repórter | Histórias felizes | De olho no planeta


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
>