Mulher é processada por morar com 23 animais em carro na Austrália


A australiana Carol Lynette Samuels, de 66 anos, diz que já foi uma criadora de gatos de sucesso, mas passou por uma crise financeira, teve que deixar sua casa luxuosa e mudou-se para um carro com todos os seus animais, 12 gatos e 11 cachorros.

O inspetor de um grupo de proteção aos animais recebeu a denúncia de que todos os bichos estavam dentro do carro, parado em um estacionamento, e ficou chocado.

No veículo estavam 11 gatos persas de pelo longo, um Himalaia, dois lulus da Pomerânia e dois poodles, todos em gaiolas. A maioria dos animais estava doente, tinha pulgas, carrapatos e problemas de pele.

Carol foi acusada de maus-tratos animais, e os bichos foram levados para um abrigo. Um dos gatos teve até que ser sacrificado. A mulher foi multada em 4 mil dólares australianos (cerca de 6.480 reais), e terá também que pagar 5 mil dólares australianos (o equivalente a 8.100 reais) por custos com veterinário.

Fonte: Alagoas em Tempo Real

Nota da Redação: Manter os animais em gaiolas, dentro do carro, demonstra total falta de respeito às suas vidas. Além de ficarem o tempo inteiro presos, sem poderem locomover-se, os animais ficavam em meio às fezes e urina, além do calor que eram obrigados a suportar dentro do veículo. Ao invés de manter os gatos e cachorros dentro de um automóvel, a tutora deveria ter os encaminhado para adoção, para que pudessem encontrar novos lares, onde fossem bem tratados, respeitados e recebessem cuidados necessários.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>