Americano é processado por torturar gata com secador e publicar vídeo na Internet


Um homem da cidade de Syracuse, no estado americano de Nova York, foi processado por crueldade contra animais por ter torturado uma gata com um secador de cabelos e postado o vídeo em um site de compartilhamento de vídeos na semana passada.

Erik Estrada, de 18 anos, amarrou a gata Jarmine e depois começou a persegui-la com o secador. Seu amigo, de 16 anos, filmou toda a cena e depois eles a publicaram no YouTube. Estrada também teria usado um barbeador elétrico para depilar um lado da gata e o topo da cabeça da bichana.

Reprodução do vídeo em que a gata Jasmine aparece sendo torturada. (Foto: Reprodução)
Reprodução do vídeo em que a gata Jasmine aparece sendo torturada. (Foto: Reprodução)

O incidente ocorreu no dia 4, segundo documentos do tribunal, na casa do acusado. Ele foi preso na quarta-feira (10), depois que as autoridades receberam uma denúncia por meio de pessoas que assistiram ao vídeo na Internet. Ele está preso sob fiança de US$ 2.500.  A gata está recolhida na sociedade protetora dos animais local, e seu destino vai ser decidido pela Justiça.

Fonte: G1




Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>