Cerca de 90 cães são resgatados de fazenda de filhotes nos Estados Unidos


Por Raquel Soldera (da Redação)

Cerca de 90 cães foram resgatados de uma fazenda de filhotes em Salem, nos Estados Unidos. Muitos estavam com doenças de pele, infecções nos olhos e nos dentes.

O resgate foi possível com a união das equipes da Sociedade de Prevenção da Crueldade contra Animais (SPCA) de Nova Jersey e de Cumberland, a Humane Society de Nova Jersey, e o Controle de Animais de Gloucester.

“Eu diria que nós estivemos envolvidos neste caso durante os últimos 30 a 45 dias”, disse o porta-voz da Sociedade de Prevenção da Crueldade contra Animais de Nova Jersey, Matt Stanton.

Oito queixas de crueldade contra animais tinham sido emitidas contra LouAnn Koval, de 73 anos, mas as autoridades consideraram que a remoção dos animais foi a única opção que restava disponível. “A questão é que o criador de cães virou reprodutor, e perdeu o controle”, disse Stanton.

Cães que precisavam de cuidados veterinários imediatos foram levados para uma clínica de emergência.

“Muitas pessoas não percebem que dezenas ou mesmo centenas de cães podem ser encontrados em fazendas de filhotes, vivendo em condições cruéis, como gaiolas de arame apertadas, vivendo no meio das próprias fezes, e sem cuidados veterinários”, disse o diretor da Humane Society, Heather Cammisa. “Os cães devem ser tratados como animais de estimação da família, não como uma máquina de fazer dinheiro”.

Os cães estão sendo levados para abrigos de animais em toda a região de Nova Jersei, onde serão avaliados e disponibilizados para adoção.

Enquanto milhares de animais são sacrificados em abrigos, outros são submetidos a condições degradantes de maus-tratos e sofrimento, explorados em verdadeiras ‘fábricas’ de filhotes. A adoção é a única maneira de evitar que mais animais sofram nas mãos de seres humanos.

Com informações de Press of Atlantic City


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

POLÍTICA PÚBLICA

RECOMEÇO

BANALIZAÇÃO

CAZAQUISTÃO

DESMATAMENTO

BARBÁRIE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>