Religiosos são a favor do apedrejamento até a morte da orca que atacou sua treinadora


O grupo religioso American Family Association defende o apedrejamento até à morte da orca ‘Tillikum’, atração do parque aquático Sea World Orlando que provocou a morte por afogamento da tratadora Dawn Brancheau na semana passada.

A American Family Association cita passagens da Bíblia que indicam a morte por apedrejamento como castigo para animais que matam humanos, sem que a sua carne seja ingerida por alguém.

O grupo religioso culpa ainda o coordenador dos animais do Sea World Orlando, Chuck Thompson, pois a segunda morte de humanos provocada por um animal, é visto nas Escrituras como culpa do guardião.

A orca é uma das atracções do Sea World Show
Orca e sua treinadora


*Com informações do Correio da Manhã


Nota da Redação: A orca é a maior vítima deste caso, durante anos ela permaneceu encarcerada  em um tanque, obrigada a realizar “proezas” que não fazem parte do comportamento de sua espécie. Como se não bastasse todo o sofrimento que vive, agora alguns animais humanos, que se dizem caridosos, a condenam a morrer por apedrejamento.  Com essa atitude, eles apenas comprovam que a violência está nas pessoas, não nos animais. O American Family Association deveria ser processado por incentivar o crime, a crueldade, a violência.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>