Iceberg gigante separa-se da Antártida e ameaça animais marinhos



Foto: Reprodução/Expresso

Uma plataforma de gelo gigante com 78 km de comprimento e 39 km de largura e uma área de 2.500 km2, equivalente a metade do Algarve (ou do DF), separou-se da Antártida e pode privar de alimentos as colônias de pinguins-imperador e as baleias.

A plataforma, conhecida por Língua do Glaciar Mertz, pesa 700 a 800 mil milhões de toneladas, situa-se no leste da Antártida, em frente à Austrália, e separou-se do continente quando um iceberg gigante designado pelos cientistas como B9B chocou-se com ela no dia 7 de Fevereiro.

Foto: AFP

Segundo a BBC News, a movimentação dos dois enormes icebergs alterou a geografia da região e fez com que uma zona de mar aberto onde os pinguins-imperador e as baleias procuravam alimento ficasse fechada, o que poderá obrigar a vida marinha a deslocar-se para outras áreas.

Por outro lado, cientistas do Centro de Investigação Cooperativa do Clima e dos Ecossistemas da Antártida, com base na Austrália, afirmam que esta movimentação poderá alterar o sistema de correntes oceânicas de profundidade da região, que influenciam o clima global.

O clima não será afetado e as correntes não serão interrompidas, e o pesquisador Neal Young diz que “o estudo do laboratório natural em que se transformou este acontecimento será importante para o avanço do conhecimento do oceano e dos ecossistemas da Antártida”.

Fonte: Expresso




Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>