Torcedores reprovam jogador envolvido em rinha de cães


“Que motivos extracampo fariam você deixar de torcer por um jogador?” Em outubro, a revista ESPN anericana fez essa pergunta a seus leitores. O item mais mencionado foi violência (35%), seguido por uso de substâncias dopantes (26%). Com 11%, empataram adultério e abuso de drogas e álcool.

O curioso foi o terceiro colocado na pesquisa: 17% dos consultados cravaram em “crueldade com animais”. Para uma pesquisa dessa natureza, uma opção insólita. Insólita, mas compreensível.

A mensagem desses 17% era bem clara: “Não gostamos mais de Michael Vick”. O quarterback havia sido afastado da NFL e passou 18 meses na prisão por envolvimento em rinhas de cães. 

Andy Reid, técnico do Eagles, para defender a contratação do quarterback, disse: “Acredito que as pessoas, depois de passarem pelos procedimentos previstos na lei, merecem uma segunda chance”. Joe Banner, presidente do time, diz ter checado se Vick havia mudado. “Todos com quem falamos disseram a mesma coisa: que ele estava arrependido e que tinha passado por uma incrível transformação.”

Além dos protetores de animais, os torcedores também estão de olho nas atitudes do jogador. 

Com Informações do ESPN Brasil



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>