Ibama incia transporte de jabutis para Taquaritinga (PE)


(da Redação)

Cerca de 100 animais da espécie  Chelonoidis carbonaria , vulgarmente conhecidos como tartarugas ou jabutis, ganharão novamente a liberdade nos próximos dias nos municípios de Taquaritinga do Norte e Sertânia, em PE. Esses animais foram apreendidos pelo Ibama em cativeiros e também entregues voluntariamente por seus antigos tutores. Agora, serão restituídos à natureza em fazendas particulares dentro do bioma caatinga.

Além de promover o fim do sofrimento desses animais que passaram muitos anos em cativeiro, o Ibama espera também revigorar as populações locais de jabutis, promovendo o nascimento de novos indivíduos mais sadios e vigorosos. Outra intenção do Ibama é promover a educação ambiental nessas regiões, destacando o importante papel ecológico do jabuti e mostrando que mesmo animais que viveram muitos anos presos podem ser reabilitados e soltos novamente na natureza.

Para evitar a recaptura e, ao mesmo tempo, promover uma conscientização da população local, já estão sendo agendadas palestras com autoridades e com os moradores das comunidades próximas aos pontos de soltura.

As chances de sobrevivência e de adaptação dos jabutis são bastante grandes. Estudos mostram que esses animais conseguem, em pouco tempo, encontrar novos parceiros e reproduzir-se, integrando perfeitamente os ecossistemas locais.

Outro ponto importante a ser destacado é que os jabutis são grandes dispersores de sementes. Cerca de 90% das sementes que consome tornam-se aptas à germinação. Contribuem portanto, para a recuperação da flora local. Um verdadeiro serviço de jardineiro, nem sempre reconhecido pelos humanos, que os mantêm em cativeiros por um prazer egoísta.

Os primeiros 50 animais partem amanhã (25/02) de Recife para Taquaritinga do Norte. Farão o pernoite na fazenda Cabaços e, na sexta-feira (26/02) serão soltos pelos analistas ambientais do Ibama.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSUMO CONSCIENTE

PROTEÇÃO

AMOR PROFUNDO

ÍNDIA

RESGATE

ASFIXIA

NECROPSIA

SAUDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>