Foragido é preso em flagrante por maltratar cavalo em São José do Rio Preto, SP


Um foragido da Justiça foi detido por policiais militares nesta quarta-feira, em São José do Rio Preto, a 440 km da capital paulista, por furtar e maltratar um cavalo. Vizinhos ficaram revoltados ao ver o homem batendo no animal e ligaram para a Polícia Militar. Foram elaborados dois boletins de ocorrência – um de prisão em flagrante e outro de captura de foragido.

Alguns moradores da Rua José Mastrichi, numa área afastada do centro de São José do Rio Preto, conhecida por Boi Rio, acordaram com o barulho que vinha de um pasto nas proximidades. Ao saírem para verificar o que estava acontecendo, viram um homem que surrava um cavalo –  o animal estava amarrado numa estaca.

Revoltados com a crueldade contra o animal, os vizinhos ligaram para o Serviço de Operações da PM (Copom), que enviou uma viatura ao local, onde os policiais flagraram um homem de 25 anos golpeando o cavalo com uma mangueira de jardim. O suspeito não soube explicar de quem era o cavalo, mas o tutor logo foi localizado pelos policiais. Ele contou que o animal havia sido furtado por volta das 20h de terça-feira, quando estava amarrado num piquete em frente à sua casa.

Para comprovar que era o tutor do animal, ele disse que se tratava de um cavalo da raça quarto de milha, com seis anos de idade e o número 29 gravado na anca dianteira. O alazão, avaliado em R$ 2 mil, foi entregue ao seu tutor. O suspeito, que era fugitivo da Justiça, foi conduzido ao plantão da Delegacia Seccional de São José do Rio Preto.

Fonte: O GLOBO


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>