Brigitte Bardot pede fim de caçadas presidenciais na França


A atriz francesa e defensora fervorosa dos animais Brigitte Bardot pediu nesta sexta-feira ao chefe do Estado francês, Nicolas Sarkozy, que acabe com as caçadas presidenciais.

Foto: EPA

Em carta enviada ao presidente, Bardot mostrou seu mal-estar por estes atos “tão cruéis quanto estúpidos”, e lembrou que este tipo de caçada – como a realizada nesta sexta no castelo de Chambord, no centro do país – caiu em desuso durante o mandato do ex-presidente Jacques Chirac (1995-2007).

“A organização de uma ‘caçada presidencial’ (…) me deixa imersa na incompreensão, na tristeza e no desgosto”, disse a musa dos anos 70, que promove o ativismo contra os maus-tratos a animais.

“Este gasto absurdo de meios públicos a serviço de alguns ‘privilegiados’ convidados a matar tudo o que se move é indigno e profundamente chocante”, afirmou Bardot.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>