Ministério da Cultura em Portugal quer criar seção de tauromaquia


Cristina Rodrigues
cristina@centrovegetariano.org

Chegou ao conhecimento do Centro Vegetariano – Associação Ambiental para a Promoção do Vegetarianismo a intenção do Ministério da Cultura criar uma seção de tauromaquia no futuro Conselho Nacional de Cultura.

No estádio de desenvolvimento da Europa, surpreende-nos a ideia de considerar cultura uma atividade como a tauromaquia, cuja atividade central é um negócio sustentado pela humilhação e violência contra  animais em praça pública. Lamentamos que dinheiros do erário público sejam aplicados de forma tão pouco educativa e digna, quando há tanto  ainda para fazer pela Cultura em Portugal.

Sondagens com rigor estatístico (ex. Estudo “Valores e Atitudes face à Proteção dos Animais em Portugal”, realizado entre Fevereiro e Março de 2007, pela Metris GfK/CIES/ISCTE, ou sondagem DN/Marktest de 25 de Julho de 2002) demonstraram já que a maioria dos portugueses repudia a tourada e, inclusivamente, é favorável à ideia de que estas sejam proibidas em todo o país. Isto é um louvável e notório indício da evolução da consciência social dos portugueses.

Esperamos, portanto, que o Ministério da Cultura e o Governo Português sigam esta tendência e não avancem com o projeto referido, indo ao encontro do que os portugueses desejam e do que os restantes cidadãos da Europa esperam de nós.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>