Zoonit acusa Projeto GAP de interesse econômico na disputa judicial pelo chimpanzé Jimmy


O chimpanzé Jimmy é pivô de disputa judicial entre uma ONG e o Zoológico de Niterói, onde mora. Depois de a Justiça ter negado habeas corpus para transferir Jimmy para um santuário ecológico em Sorocaba (SP), a ONG Projeto de Proteção aos Grandes Primatas (GAP) recorreu na semana passada.

Jimmy, 27 anos, vive há 13 no Zoo de Niterói. (Foto: Eduardo Naddar/Agência O Dia)
Jimmy, 27 anos, vive há 13 no Zoo de Niterói.

O destino do chimpanzé, agora, será decidido pelo desembargador da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, José Muiños Piñeiro.

A ONG alega que o primata não deve ser ‘tratado como objeto’. Membros de 14 associações de moradores de Niterói querem a permanência do xodó da cidade no Zoonit: às 10h de sábado farão protesto em frente ao Zoonit. “Jimmy está há 13 anos aqui e sempre foi bem-tratado”, afirmou o presidente da Associação de Moradores do Bonfim, Délio Conde.

A presidente do Zoonit, Giselda Candiotto, vê interesse econômico na tentativa da ONG de levar Jimmy para São Paulo, já que organizações que mantêm grande primatas têm mais facilidade de receber verba de entidades internacionais. “Temos muitos micos-prego. Por que a GAP não se interessa por eles?”, questiona. Segundo ela, as instalações de Jimmy têm 110 m² e custaram quase R$ 75 mil, valor de uma casa popular. “Nossa conduta com ele é fiscalizada pelo Ibama”, completou.

O empresário Pedro Ynterian, presidente da ONG, alega que, no santuário, Jimmy viveria com outros 50 chimpanzés, em área verde de 150 mil m². “Se alguém tem interesse financeiro, é o zoológico, que atrai visitantes, cobrando por isso na portaria. Nós temos recursos próprios e não usamos verbas públicas”, argumentou.

Fonte: O Dia

Nota da Redação: A população e os moradores de Niterói precisam conscientizar-se sobre as condições que são submetidos os animais que vivem em zoológicos. Além de não viverem em seu habitat natural – e não chegarem nem perto de uma ‘réplica’ disso, os animais ficam confinados em pequenos espaços o dia inteiro, submetidos à exposição constante. Isso gera um grande estresse nos animais, que adquirem problemas psicológicos, desenvolvendo comportamentos repetitivos. Os zoológicos devem ser banidos. Nós, seres humanos, para a preservação dos animais, devemos lutar pela conservação de seus habitats naturais, e não pela permanência de animais em zoológicos. Que os moradores de Niterói reflitam sobre a real condição do chimpanzé Jimmy, e contribuam para que ele possa finalmente ter paz em um santuário, depois de tantos anos de exploração e sofrimento.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>