Universidade Estácio de Sá encerra experimentos com animais no Rio de Janeiro


Atendendo recomendação do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ), a Universidade Estácio de Sá encerrará os experimentos com animais no curso de Psicologia oferecido em Nova Friburgo (RJ).

Cada turma vinha usando 20 ratos Wistar para demonstrar a aprendizagem por condicionamento operante. Em vez da técnica chamada “caixa de Skinner”, será utilizado um software que simula essa técnica de modelagem de comportamento.

Com a iniciativa do Ministério Público Federal em Nova Friburgo, a experimentação passará a ser feita virtualmente já no primeiro semestre letivo de 2010, sem qualquer prejuízo acadêmico aos alunos. A mudança evita que os animais sejam submetidos a privação de água, durante os experimentos, e sacrificados em câmara de asfixia, ao final do semestre, como ainda ocorre em outras instituições.

A nova técnica satisfaz a lei 11.794/08, que impõe a substituição dos experimentos in vivo por métodos alternativos, para evitar a repetição desnecessária de procedimentos que causem sofrimento aos animais.


Fonte: Portal EcoDebate


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>