Alemão preso por contrabandear 44 lagartixas na cueca


Hans Kurt Kubus, de 58 anos, foi apanhado com 44 lagartixas e pequenos lagartos em risco de extinção pela alfândega neozelandesa no aeroporto de Christchurch.

Kubus levava uma carteira com oito bolsos, feita à medida para transportar os répteis, e admitiu que foi para a Nova Zelândia com o objetivo de contrabandear os animais para a sua colecção pessoal, de acordo com a edição online de O Estado de S. Paulo.

O turista alemão foi traído pelo nervosismo ao passar a alfândega. Os agentes da imigração desconfiaram e decidiram ver as bagagens de Kubus e revistá-lo.

Algumas das espécies apreendidas podem chegar a valer quase mil euros no mercado negro.

O departamento de Conservação da Nova Zelândia considera ter sido o caso mais grave desse tipo detectado no país nos últimos dez anos.

O homem vai ser deportado depois de cumprir uma pena de prisão de três meses e meio na Nova Zelândia. Kubus foi ainda multado em quase 2 mil e 500 euros.

Fonte: IOL


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE

GRATIDÃO

ESPECIAL

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>