Rede de tráfico de animais é descoberta na Espanha


Por Raquel Soldera (da Redação)

A Guarda Civil de Madri, na Espanha, desmantelou uma organização de tráfico de espécies protegidas de animais. Na operação, vários animais foram apreendidos: um tigre, um lobo ibérico, um lince europeu, um guepardo, três pumas, uma águia dourada e vários leões. Oito pessoas foram presas.

A Operação Lobezno foi desenvolvida em oito províncias espanholas diferentes. O grupo atuava nas províncias de Huesca, Tarragona, Girona, León, La Coruña, Málaga, La Rioja, Murcia, Sevilha e Huelva.

A operação começou quando foi detectado na Internet que uma pessoa oferecia a venda de um exemplar do lobo ibérico. Depois de implantar um dispositivo para localizar essa pessoa, descobriram que se tratava de um grupo que coordenava ações de tráfico de animais, com as quais conseguiam grandes quantidades de dinheiro.

O grupo coordenava o transporte dos animais, provenientes de diversos países da Europa, onde percorriam grandes distâncias, em furgões alugados, sem descanso e em péssimas condições. Todos estes animais tinham documentação falsificada.

Com informações de La Vanguardia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>