PETA pede que escola americana desista de jogo de basquete com a utilização de burros


Jogo de basquete com a utilização de burros. (Foto: Equisport)
Jogo de basquete com a utilização de burros. (Foto: Equisport)

Um grupo de proteção animal pediu a uma escola secundária do Illinois, nos Estados Unidos, que desista de realizar um jogo de basquete com a utilização de burros.

A People for the Ethical of Animals (PETA) disse que o jogo, planejado para acontecer no dia 20 de janeiro na escola secundária de Streator Twonship, poderia ser substituído por uma atividade que não envolva animais.

A PETA disse que estava preocupada com o bem-estar dos burros, visto que o barulho e a confusão poderiam ser extremamente estressantes para os animais.

“Mesmo os peritos em burros concordaram que os animais só podem carregar pouco mais de 50 kg, e estes são forçados a carregarem adultos em jogos de basquete”, disse a PETA.

“Além de colocar os animais em risco, este tipo de prática ensina aos alunos uma lição de crueldade”, disse a diretora assistente da PETA, Kristie Phelps.

“A escola secundária de Streator Twonship deveria promover competições que envolvam só humanos voluntários.”

Fonte: Portal Equisport


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>