Milhões de animais selvagens morrem anualmente nas estradas portuguesas


Cerca de 4.500 animais selvagens vertebrados morreram em um ano, em 37 quilômetros de estradas entre Montemor e Évora, em Portugal, segundo um pesquisador da Universidade de Évora, que admite que, considerando todo o país, o número atinja vários milhões.

Antônio Mira, da Unidade de Biologia e Conservação da Universidade de Évora, explicou que o projeto MOVE estuda os impactos das estradas, como os efeitos de barreira, e as consequências da mortalidade nos vertebrados terrestres, como anfíbios (sapos e salamandras), répteis, aves e mamíferos.

Em 2005, em 365 dias de recolha, os pesquisadores detectaram 4.499 animais mortos num percurso de 37 quilômetros, metade dos quais corresponde a vias secundárias, com um movimento inferior a 3.500 veículos por dia.

Fonte: Visão


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TURQUIA

AMOR

ASFIXIA

ATO DE AMOR

GENEROSIDADE

MOÇAMBIQUE

ÍNDIA

MINAS GERAIS

ESTUDO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>