Cientista descobre lesma do mar cujo organismo é parte animal e parte planta


Por Marcela Couto (da Redação)

Imagine uma lesma do mar que conseguiu roubar alguns genes das plantas, tornando-se o primeiro animal a produzir clorofila conhecido.

lesminha-linda
Foto: Nicholas E. Curtis and Ray Martinez

A lesma Elysia chlorotica tem uma aparência semelhante a uma folha e apresenta a incrível capacidade de realizar fotossíntese graças ao seu material genético parecido com o de algas, de acordo com Sidney K. Pierce, da Universidade do Sul da Flórida.

A espécie consegue processar a forma mais comum de clorofila, o pigmento verde que absorve a energia solar nas plantas. Pierce anunciou a descoberta no dia 7 de janeiro durante um encontro anual da Society for Integrative and Comparative Biology.

O cientista utilizou ondas radioativas para mostrar que as próprias lesmas produziam o pigmento, em vez de simplesmente processarem a substância das algas ingeridas.

“Essa pode ser uma fusão inédita entre planta e animal,” disse o zoólogo de invertebrados John Zardus.

Os detalhes do experimento serão divulgados no mês que vem no jornal Symbiosis.

“Bizarro”, disse Gary Martin, um biólogo especialista em crustáceos de LA. “A evolução pode ser mais criativa do que imaginei”.

Com informações de Wired.com


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>