Sea Shepherd presta queixa contra baleeiro japonês por tentativa de homicídio


Por Raquel Soldera (da Redação)

A organização australiana Sea Shepherd Conservation Society apresentou nesta terça-feira (12), à polícia da Nova Zelândia, uma denúncia de tentativa de homicídio contra o capitão do navio baleeiro japonês Shonan Maru 2.

A embarcação Ady Gil, que fazia parte dos esforços da Sea Shepherd para perseguir baleeiros japoneses no Oceano Antártico, afundou após uma colisão com o Shonan Maru 2 na última quarta-feira (leia notícia publicada na ANDA aqui).

“A tripulação do Shonan Maru 2 agrediu a tripulação do Ady Gil com o uso de sistemas militares LRAD (dispositivo acústico de longo alcance) e mangueiras de alta pressão. Além disso, acreditamos que a colisão deliberada com o Ady Gil seja tentativa de homicídio”, disse Bill Watson, diretor da Sea Shepherd na Nova Zelândia.

A sociedade de Nova Zelândia manifestou sua preocupação após a embarcação registrada no país ter sido afundada sem nenhuma reação do governo.

O Ministro das Relações Exteriores, Murray McCully, disse que isso não é verdade. “Estamos fazendo algo sobre isso, estamos investigando o incidente. Há duas autoridades que estão realizando as investigações, uma é a Marinha da Nova Zelândia e a outra é a Comissão de Investigação de Acidentes de Transporte”.

O advogado da Sea Shepherd em Amsterdã, Liesbeth Zegveld, disse que deixou documentos com autoridades alemãs na sexta-feira, solicitando uma investigação das acusações de pirataria contra os baleeiros, mas ainda não recebeu uma resposta.

O capitão do barco Ady Gil, Pete Bethune, apresentou nesta terça-feira novas acusações contra os baleeiros japoneses, alegando que eles despejaram combustível no mar para fazer parecer que a contaminação foi proveniente do navio danificado, Ady Gil.

Ele disse que o Ady Gil comportava apenas 200 litros de combustível quando foi abalroado e os tripulantes arriscaram suas vidas para irem até a parte traseira do barco danificado e remover todos os contaminantes antes de afundar.

“Tiramos cada gota de óleo do navio antes que ele afundasse”, disse Pete Bethume.

Com informações de NZHerald


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>