Bombeiros salvam cão em cisterna com 22 metros de profundidade


O Corpo de Bombeiros de Três Corações, no sul de Minas, foi acionado para trabalhar em um difícil e inusitado resgate. A vítima era um cão da raça Dol Alemão de aproximadamente cinco meses, que fugiu do canil e caiu em uma cisterna de aproximadamente 22 metros de profundidade.

Animal caiu em poço destampado (Foto: Reprodução/Uai)
Animal caiu em poço destampado (Foto: Reprodução/Uai)

Os tutores do animal ouviram os ruídos no lote vizinho e chamaram os bombeiros. Cinco militares usaram técnicas de salvamento para retirar o cachorro do fundo da cisterna. Muito assustado, o cão foi levado a uma clínica veterinária com suspeita de fratura na pata direita traseira.

Os bombeiros acionaram o dono do terreno e a prefeitura de Três Corações para que a cisterna seja sinalizada e protegida para evitar novos acidentes.

Fonte: Uai


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>