Águia-de-asa-redonda é apadrinhada por grupo educacional em Portugal


Foto: Reprodução/ Correio da Beira Serra
Foto: Reprodução/ Correio da Beira Serra

Depois de ter participado na libertação de um mocho-galelo, o Grupo de escolas da Brás Garcia de Mascarenhas decidiu aderir à campanha de Natal do Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) e do RIA, em Gouveia, apadrinhando uma ave (Buteo buteo) que se encontrava em recuperação no espaço.

Com esta ação, o grupo contribuiu com a angariação de fundos para a manutenção e gestão dos dois centros, geridos pela Associação ALDEIA desde abril e outubro de 2009 respectivamente, em parceria com o ICNB e a ANA – Aeroportos de Portugal.

O apadrinhamento também visa à divulgação e aproximação da população em geral com o trabalho desenvolvido pelos centros de recuperação de fauna selvagem.

Em nota para a imprensa, o grupo defende que “o trabalho realizado pelo CERVAS deve ser acarinhado e incentivado”. “É uma forma pedagógica de mostrar, também, a toda a comunidade educacional  do Grupo que se deve respeitar os animais”, refere.

Fonte: Correio da Beira Serra


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>