Animais de São Luiz do Paraitinga também pedem socorro


Letícia Cavichioli

leticia.cavichioli@gmail.com

A tod@s os interessad@s em ajudar os animais de São Luiz do Paraitinga,

Pessoal, vamos nos unir e tentar minimizar o impacto desta tragédia na cidade. Sabemos que a defesa civil presta assistência à população, mas os animais sobreviventes não contam com o mesmo apoio. Sugiro que os protetores formem grupos de auxílio de acordo com a região em que residem para arrecadar o máximo de ração, medicamentos, vasilhas de comida e água e tudo mais que for útil para ajudá-los. Vamos formar um grupo em Campinas e tentar encontrar alguém que possa levar as doações até o local.

Vejam os relatos d@s protetores da cidade abaixo:

Gente,

Estive conversando com a Eva, que é a responsável pela ONG de S.Luiz do Paraitinga, ALPA – Assoc. Luizense de Proteção aos Animais-, e a situação é a seguinte:

O abrigo deles tinha 180 cães e 80 gatos e fica na zona rural. Os gatos,infelizmente, morreram afogados (todos) porque o gatil era todo telado e eles não tiveram como sair. Quanto aos cães, o rapaz que tomava conta do local, antes de sair, às pressas, para se salvar, foi instruído pela Eva por telefone para pelo menos abrir os portões para que os animais tentassem se salvar. Por isso, até o momento, eles contaram cerca de 100 cães do abrigo que conseguiram sobreviver. Provavelmente há mais sobreviventes perdidos.

Na casa da Eva haviam 10 cães. Ela e o marido conseguiram salvar todos, graças aos rapazes do rafting. A casa dela, apesar de sobrado, foi coberta pelas águas.

Segundo ela, os cães soltos pela cidade estão em melhor situação, pois o povo todo é muito solidário e alimenta os animais sobras de comida. A situação mais grave é para os que estão no abrigo.

Ela chorava ao telefone contando sobre a tragédia e eu prometi que vamos fazer o possível para arrecadar ração e levar para eles o mais rápido possível.

Conto com a ajuda de todos que puderem ajudar. Estamos montando postos de arrecadação de ração e medicamentos em São Paulo e no ABC e assim que for arrecadada uma boa quantidade, será formado um comboio para levar os alimentos.

Por em quanto temos os seguintes locais para arrecadação:

Riberirão Pires:

Agroterra – Av. Santo André, 831, Vila Aurora – fone (11) 4824-3635 – Rafael

Estância Pet Shop – Rua Miguel Prisco, Centro

Santo André:

Rua Paranapiacaba, 420, Vila Helena– fone (11) 4452-3664 – Gisela (ligar antes de ir)

SÃO PAULO

Rua Padre Benedito de Camargo, 499, Penha – fone (11) 9780-8834 – Kátia

Cida Lellis

Dinorah Ereno

dinorah.ereno@gmail.com

Amigos e amigas,

A protetora Ana Néri, de Taubaté, foi hoje até São Luiz do Paraitinga para tentar saber melhor como ajudar os cães e gatos de lá, porque para as pessoas já estão sendo feitas campanhas de arrecadação. Ela me ligou de lá, chorando, disse que situação é muito, mas muito pior do que conseguimos imaginar.

Falta comida para os cães, mas principalmente para os gatos. Eles estão precisando muito urgentemente de alimento para os gatos  já que chegou alguma ração para os cães, mas nada para os felinos que estão com muita fome  e sede – também precisam de muita água potavel.

A Ana esteve com a dona Eva, responsável pela proteção animal de lá. Eu pedi o número da conta dela porque onde a Eva fica não tem como comprar ração nem nada. A Ana vai lá novamente amanhã para tentar resgatar uma gata e filhotes que estão nos escombros. A cidade fica a 50 km de Taubaté, não é tão perto. Mas, se necessário, ela voltará na quinta.

Abaixo o relato dela, com fotos.

Estive em São Luiz do Paraitinga hoje e me deparei com uma cena de guerra. Está tudo destruído. O centro da cidade está em ruínas. Encontrei com a Sra Eva, responsável pela proteção animal, mantenedora de um abrigo de animais na zona rural. No local haviam 80 gatos que morreram por estarem confinados no gatil, onde não houve tempo hábil para abrir as portas e libertá-los como foi feito com os cães. Os gatos da cidade que se salvaram estão sem alimento algum e com pouca água porque não há água potável no local. Levei um fardo de água e não deu pra quase nada.

Nos escombros, há uma gata com três bebês que precisa ser resgatada e abrigada. Amanhã vou até lá para resgatá-la e aos bebês. Para isso, vou precisar de ajuda para comprar ração para levar.  Pretendo estar lá amanhã a tarde novamente para alimentar os gatos. Conto com a ajuda e a colaboração de todos. Qualquer ajuda é bem vinda.

Banco Itaú

AG. 4275   c/c 09800-4

Ana Neri dos Santos

CPF 13034994877

Grata

Ana

Letícia Cavichioli

GAVAA – GRUPO DE APOIO VOLUNTÁRIO AOS ANIMAIS ABANDONADOS – Resgatando os animais do CCZ Campinas

www.gavaa.blogspot.com

gavaacampinas@gmail.com


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>