Morte de polvos poderá ter causa biológica


O diretor do Parque Biológico de Gaia, Nuno Oliveira, disse que por detrás da morte dos polvos que aparecerem na costa poderá estar uma “causa biológica”.

Nuno Oliveira afirmou à Lusa que depois da consulta da “bibliografia disponível sobre o tema é possível continuar a apontar para uma causa biológica na medida em que há várias bactérias e vírus que atacam os polvos selvagens”.

Esta hipótese terá, porém, de ser sujeita a confirmação. “Temos uma amostra significativa de polvos recolhida e amanhã [segunda-feira] vamos fazer o contato com a Universidade de Vigo e também com o Instituto de Medicina Veterinária, em Lisboa, para eles procederem à análise que permita alguma conclusão”, disse.

O responsável do Parque Biológico de Gaia apontou que este se trata de um “desafio científico”. “Até por uma questão de curiosidade científica tem que se levar até ao fim e tentar descobrir exatamente o que aconteceu”, frisou.

Fonte: TVi 24


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>