Crime contra a vida

CCZ fecha pet shop por maus-tratos e apreende 90 cães, no MS

O Pet Shop Conexão Animal, localizado na Vila Ieda, no MS, foi fechado na manhã desta quarta-feira (30) pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). No local, policiais da Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista) apreenderam 90 cães, que eram mantidos em péssimas condições sanitárias, sendo vítimas até mesmo de maus-tratos.

Fernando Villa de Paula, delegado titular da Decat, disse ao Campo Grande News que esta foi a maior apreensão de animais da história da delegacia, implantada em 2003 na Capital.

Segundo ele, no pet shop havia animais doentes e alguns até agonizando. Um filhote de poodle foi encontrado morto num cesto de lixo no interior do estabelecimento.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Nesta semana, um cliente do estabelecimento procurou a delegacia para formalizar denúncia sobre as péssimas condições do lugar e também referente a maus tratos aos animais. Por isso, delegado e dois policiais se dirigiram até o local para cumprir mandado de busca e apreensão.

No momento da vistoria se encontrava no Pet Shop apenas uma funcionária que afirmou não ter conhecimento de nada. A proprietária, Rossana Pereira, 49 anos, não foi encontrada, pois está viajando a Rio Verde de Mato Grosso, segundo informações obtidas pela polícia no lugar.

Ainda segundo o delegado, a situação no estabelecimento de atendimento animal era péssima no que condiz a questões sanitárias e também ao armazenamento inadequado de animais. Além de ter o comércio fechado, Rossana também levou multa administrativa de R$ 15 mil aplicada pelo município.

Quando acontece esse tipo de crime, a pessoa responsável pelo local corre o risco de ficar presa pelo período de um ano. Outras multas também podem ser aplicadas como a de maus-tratos a animais.

Como era pet shop, trabalhos veterinários como corte de caudas, castração, suturas, utilização de instrumentos veterinários, vacinas e injeções eram proibidos, porém costumavam ser feitos.

Fonte: Campo Grande News

4 COMENTÁRIOS

  1. ela tá alegando a todos q não sabia de nada que isso é coisa de funcionário ela estav viajando e que ela não é reincidente na polícia e que os cachorros só eram 15 não foram apreendidos 90 cães não.

  2. Palmas, de pé, para a polícia de MS, pela apreensão e por não deixar o ato impune. Não consigo entender como alguns seres humanos se comprometem com alguma coisa para depois cumprirem “mal e porcamente”. Dona Rossana e equipe, achem outra coisa para fazer na vida, por favor.

  3. Já imaginaram se o CCZ do MS tivesse a atitude do IBAMA? Quantos criminosos poderiam ser alimentados com esses bichinhos apreendidos? Ou quantas pessoas não chorariam ao saber que foram enterrados vivos? pensem nisso quando acharem que estão protegendo galos, porque o IBAMA é besta fera do apocalipse que meu padin pade ciço falou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui