Fidelidade sem fim

Cão permanece ao lado do corpo de tutor assassinado em Curitiba (PR)

Uma confusão em uma lan house no Bairro Boqueirão, em Curitiba (PR) terminou com a morte de Abraão Camilo, 22 anos. Ele estava no estabelecimento quando se envolveu em uma...

372

16/12/2009 às 06:17
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Imagem: Fabio Alexandre/Paraná Online

Imagem: Fabio Alexandre/Paraná Online

Uma confusão em uma lan house no Bairro Boqueirão, em Curitiba (PR) terminou com a morte de Abraão Camilo, 22 anos. Ele estava no estabelecimento quando se envolveu em uma confusão, fugiu do local e foi perseguido. Nas esquinas da Rua Paulo Augusto com Canal Belém, por volta das 19h30 de segunda-feira (14), ele foi alvejado com cerca de quatros disparos – supostamente por um garoto de 10 anos.

A despedida de seu cão de estimação chegou a comover os curiosos, ao se deitar por cima do lençol que cobria o corpo e ali permanecer durante muito tempo, ignorando a presença de peritos e até de um policial que ameaçou atirar uma pedra para espantá-lo.

Impassível, o cão enfiou o focinho embaixo do braço do morto, assim que o corpo foi descoberto para a perícia, e só saiu no instante em que o cadáver foi recolhido ao Instituto Médico Legal.

Com informações de Paraná Online

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.