Cerca de 70 galos explorados para rinhas serão sacrificados nos Estados Unidos


Por Joana Bronze (da Redação)

Sete pessoas foram presas em uma operação contra rinhas de galo em Hillsborough, nos Estados Unidos. Um relatório da polícia diz que uma pessoa é acusada de atrair e treinar os galos. Os outros seis são acusados de participar de eventos envolvendo a luta de animais.

Imagem: Reprodução/Local 15
Imagem: Reprodução/Local 15

Policiais investigaram uma casa na manhã deste domingo (13), realizando a operação contra rinhas de galo, respondendo a denúncias. O quintal da casa era um palco de combate e de exploração de galos, galinhas poedeiras e frangos.

Dezenas de galos mortos foram encontradas na propriedade. Não se sabe quantos galos foram mortos em brigas de galo. Um segundo buraco foi descoberto recentemente e acredita-se que contenha mais pássaros mortos.

Pelo menos 70 galos terão de ser sacrificados pelos ferimentos e danos causados pelas brigas.

Fonte: Local 15

Nota da Redação: Além de desrespeitados, explorados e torturados para serem objetos de um entretenimento sórdido que são as rinhas, os galos serão sacrificados em vez de serem recuperados e tratados. É definitivamente vergonhoso que os animais continuem a sofrer tanto por conta da violência humana.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SUSTENTABILIDADE

NEGLIGÊNCIA

SOFRIMENTO

PORTO ALEGRE (RS)

INSENSIBILIDADE

GOIÂNIA (GO)

MÉXICO

ACIDENTE

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>