Secretaria de Saúde de Porto Alegre pede que o sacrifício de animais volte a ser praticado


Imagem: Divulgação/Blog do Gugu
Imagem: Divulgação/Blog do Gugu

Os problemas de lotação do canil do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde de Porto Alegre (PR) foram discutidos na manhã de terça-feira (08), durante reunião na Comissão de Saúde e do Meio Ambiente na Câmara de Vereadores.

Segundo o presidente da comissão, Carlos Todeschini, existem denúncias de que os animais não estão sendo recolhidos das ruas e que há problemas na estrutura do canil. Ele destacou que também há indícios de que possa haver um aumento nos casos de raiva.

A coordenadora do Núcleo de Vigilância em População Animal da Zoonose de Porto Alegre destacou que desde que passou a vigorar uma lei estadual que impede a eutanásia dos animais de rua, em especial cães e gatos, o canil do Centro de Controle passou a ficar superlotado.

Para evitar uma situação mais crítica, a Secretaria encaminhou uma solicitação à Procuradoria-Geral do Município, para que o hábito antigo de sacrifício dos animais volte a ser praticado.

Fonte: Diário Gaúcho/Blog do Gugu

Nota da Redação: O sacrifício de animais, além de ser um método cruel e injustificável, não é a solução para o problema dos animais de rua. Seria mais efetivo se a Secretaria da Saúde de Porto Alegre realizasse campanhas de conscientização da população quanto ao abandono de animais, e programas de castração gratuita.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>