Ativistas fazem homenagem a Barry Horne, abolicionista que libertou centenas de animais


Por Karina Ramos (da Redação)

Barry Horne foi um abolicionista pela causa animal que morreu em uma prisão no Reino Unido no dia 5 de novembro de 2001. Ele havia sido condenado a 18 anos de detenção por promover uma campanha de sabotagem econômica e incendiar empresas que estavam envolvidas com a vivissecção e comércio de peles e couro animal. Suas ações foram tomadas em nome da Frente de Libertação Animal (ALF) e da Milícia de Direitos Animais (ARM) e ocorreram em Bristol e na Ilha de Wight.

Foto de Barry Horne no hospital
Foto de Barry Horne no hospital

Na prisão, ele fez várias greves de fome para protestar contra o apoio do governo às indústrias vivisseccionistas e a quebra das promessas pré-eleitorais em relação à experimentação animal. A terceira das greves de fome que fez durou 68 dias e Barry nunca mais se recuperou dela. Esse protesto gerou uma publicidade mundial e começou uma enorme ascensão das atividades de libertação animal. Esses efeitos são sentidos até hoje, 8 anos após sua morte.

Sua memória é trazida à tona no mês de novembro, por ter sido uma inspiração ao movimento pela libertação animal. As ações deste ano foram dedicadas a Barry, assim como ao fato de que ativistas da ALF na Espanha devolveram dezenas de cervos à liberdade, 17 coelhos foram libertados de uma universidade no Uruguai, 4 carneiros foram resgatados de uma fazenda pelo Time Aberto de Resgate da Igualdade Animal na Espanha e a pintura em vermelho da loja de peles e couros MAX & Co, esta última realizada pela ALF da Itália e do Chile. A ALF mexicana também resgatou 4 patos e 2 galinhas de uma granja e perturbou as atividades do laboratório Novartis na capital com uma bomba inofensiva. Também houve um protesto em memória de Barry em Occold (Suffolk).

Barry e outro ativista, após salvarem 82 beagles e 26 coelhos da Harlan Interfauna, em 1990
Barry e outro ativista, após salvarem 82 beagles e 26 coelhos da Harlan Interfauna, em 1990
Protesto em memória de Barry, em Suffolk, no mês de novembro
Protesto em memória de Barry, em Suffolk, no mês de novembro
Resgate de 4 ovelhas, dedicado a Barry
Resgate de 4 ovelhas, dedicado a Barry
Sabotagem em empresa de peles no Chile, em novembro
Sabotagem em empresa de peles no Chile, em novembro
Patos e galinhas resgatados pela ALF, em memória de Barry, no México
Patos e galinhas resgatados pela ALF, em memória de Barry, no México

Fonte: Animal Concerns


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RESPEITO E AFETO

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>