Alunos participam da reintrodução de uma ave à natureza, em Portugal


Depois de recuperado pelo Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS), um mocho-galego (espécie de ave que se assemelha a uma coruja) foi devolvido há instantes à natureza, numa ação conjunta com uma escola localizada em Oliveira do Hospital, em Portugal.

Foto: Reprodução/Correio da Beira Serra
Antes de ser devolvida ao habitat natural, a ave foi batizada de “Brás” (Foto: Reprodução/Correio da Beira Serra)

Depois de um período de recuperação no (CERVAS), o mocho-galego, que foi encontrado no passado mês de julho por um morador do bairro, foi hoje (10) devolvido ao seu habitat natural.

A ação ocorreu ao final da tarde, num espaço próximo à escola de Oliveira do Hospital e contou com a participação de alunos, professores e funcionários.

Foto: reprodução/Correio da Beira Serra
Foto: reprodução/Correio da Beira Serra

Ainda de tenra idade, a ave foi devidamente apresentada àquela comunidade escolar que, desde o início da tarde, também assistiu a uma palestra alusiva à atividade desenvolvida pelo CERVAS – a estrutura está localizada em Gouveia e pertence ao Parque Natural da Serra da Estrela – e às aves em Portugal.

O momento mais marcante do resgate foi a libertação do mocho-galego que, antes de ser devolvido ao habitat natural, foi batizado de “Brás”.

A libertação foi feita pelas mãos do biólogo José Póvoa, pelo diretor do Agrupamento Luís Ângelo e por uma aluna da escola. A ave agora possui uma anilha localizada numa pata, que permitirá a quem o encontrar ter acesso à sua identificação.

A libertação de aves de rapina é uma prática frequente do CERVAS que se dedica, entre outros, à resolução de problemas associados à conservação e gestão das populações de animais selvagens feridos ou debilitados.

Segundo declarou José Póvoa, o envolvimento das crianças nesse tipo de iniciativa visa alertá-las para a necessidade de preservação destas espécies. “Não nos reduzimos à simples libertação”, frisou.

Fonte: Correio da Beira Serra


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

TRATAMENTO

PROTEÇÃO ANIMAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>