Porquinha doente é salva da morte e acolhida por uma família de cães


Por Renan Vicente de Andrade (da Redação)

Uma porquinha doente – que foi salva da morte por uma instituição de resgate de animais – fez amizade com seis cães, que ajudaram a criá-la. A filhotinha, a mais fraca entre os demais filhotes, estava prestes a ser sacrificada pelos seus tutores.  Foi quando uma equipe do centro de resgate se sensibilizou e a adotou.

A porquinha de 5 semanas de idade, chamada Prudence, fez amizades, no centro, com seis filhotes de cachorro. O mais curioso é que ela, então, tornou-se um membro da “gangue”, até buscando gravetos e rodando no lugar antes de uma soneca com os amiguinhos.

Prudence e um de seus amiguinhos. Foto por
Prudence e um de seus amiguinhos. Foto por Peter Lawson

“Ela estava tão doente que tivemos de colocá-la perto da casa durante o dia para podermos ficar de olho nela. Sem delongas ela fez amizade com o filhote Henry. Quando ela chegou aqui, há quatro semanas, ela era menor do que ele. Agora ela tem o dobro do tamanho. Ela ama brincar com os cães quando não está buscando milho ou avelã. Ela pula por aí e corre atrás de varetas exatamente como eles fazem. Pode parecer estranho, mas é muito natural para ela. E, quando estão cansados, eles se amontoam e dormem juntos. É lindo vê-los”, disse Rosie Catford, que normalmente resgata animais selvagens.

Prudence brincando com um de seus amiguinhos. Foto por Peter Lawson
Prudence brincando com um de seus amiguinhos. Foto por Peter Lawson

Diferentemente do tratamento dado em geral aos animais selvagens, a porquinha brincalhona tornou-se a xodó do centro em Thorrington, Essex, e não será recolocada na natureza, tampouco posta para adoção.

Prudence buscando o pauzinho. Foto por Peter Lawson
Prudence buscando o pauzinho. Foto por Peter Lawson

“Ela estava em um péssimo estado. Foi a mais fraca de uma ninhada e tinha terríveis problemas de pele. Uma voluntária e eu demos um banho com medicamentos. Bem, o barulho era incrível”, afirma Rosie.

A voluntária teve uma vivência no exército e foi para o Iraque e para o Afeganistão. “Banhar a porquinha foi mais barulhento do que as bombas que caíam na guerra. Ela seria morta pelos tutores. Mas agora está aqui para o bem. Nós literalmente a salvamos”, disse Catford.

 Com informações de Daily Mail


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?

DESPEDIDA

RETROCESSO

FINAL FELIZ

CRIMES

ENCALHE

LIVRE DE PRECONCEITOS

CRIME

POLUIÇÃO

EXPLORAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>