Polícia Federal desarticula quadrilha especializada em tráfico de animais no RS


Cinco pessoas foram presas na região metropolitana do Rio Grande do Sul – duas em Canoas e uma em Esteio – durante operação da Polícia Federal, em conjunto com o Ibama, que desarticulou nesta terça-feira quadrilha especializada em fraudar o sistema de controle de pássaros silvestres no Estado. Eles falsificavam as anilhas (anéis que identificam os animais) e traficavam animais silvestres.

O Ibama investigou o esquema durante três anos. Nos últimos três meses, junto com a PF, montou a operação Cantoria. A fraude servia para inscrever os pássaros em concursos de canto, onde animais com bom desempenho chegavam a valer até R$ 50 mil. Segundo a Polícia Federal, os pássaros silvestres têm o canto mais forte do que os de cativeiro. Os presos serão indiciados por falsificação de selo ou sinal público, formação de quadrilha, caça de animal silvestre e maus-tratos a animais.

Fonte: Diário de Canoas


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ARTIGO

MAUS-TRATOS

TRAGÉDIA

RETROCESSO

SOFRIMENTO

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>