Termorregulação de mamíferos impede que morram congelados


Baleias, golfinhos, focas e outros mamíferos marinhos podem gerar o próprio calor e manter uma temperatura corporal estável, apesar das condições ambientais variáveis. Assim como as pessoas, eles são homeotérmicos endotérmicos ─ ou seja, são animais “de sangue quente”. Mas esses mamíferos são especialistas em termorregulação: suportam temperaturas na água, que chegam a 2º C negativos e temperaturas do ar de 40º C negativos.

Ann Pabst, zoóloga marinha da University of North Carolina, em Wilmington, explica como os mamíferos marinhos conseguem sobreviver ao frio extremo. As águas oceânicas polares podem chegar a 2º C negativos. Mesmo em regiões temperadas ou tropicais, a água do mar pode atingir 1º C negativo em grandes profundidades.

Vocês podem perguntar como a água a 2º C negativos não se transforma em gelo. A razão: a água do mar contém sal, que congela a uma temperatura um pouco menor que a água doce, que congela a 0o C. Isso acontece, na verdade, porque o sódio e o cloro do sal interferem com a capacidade que as moléculas da água têm de se juntarem para formar cristais de gelo.

Algumas espécies de pinípedes ─ que incluem morsas, focas e leões marinhos ─ e algumas baleias, golfinhos e botos vivem perfeitamente bem nessas condições. Alguns exemplos específicos são as baleias-jubarte, baleias azuis ─ os maiores animais do planeta ─ as orcas, as focas de Weddel e os elefantes marinhos.

Fonte: Gazeta Web


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SUSTENTABILIDADE

NEGLIGÊNCIA

SOFRIMENTO

PORTO ALEGRE (RS)

INSENSIBILIDADE

GOIÂNIA (GO)

MÉXICO

ACIDENTE

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>