Criador de cavalos de corrida é indiciado por crueldade nos EUA


Por Marcela Couto (da Redação)

O criador de cavalos de corrida Ernest Paragallo foi indiciado por 35 acusações de crueldade contra os animais que mantinha em sua fazenda em Nova York. Os cavalos estariam desnutridos e infestados de parasitas.

Paragello mostra um de seus cavalos "preferidos"
Foto: CHRIS WILKINS/AFP/Getty Images

A polícia federal invadiu a fazenda de Paragallo ao sul de Albany no dia 8 de Abril e formalizou 22 acusações de crueldade contra o homem. O júri acrescentou mais 13 acusações.

A Racing and Wagering Board (Comissão de Corridas e Apostas em tradução livre) baniu os privilégios de Paragallo no mesmo dia em que ocorreu a abordagem policial, e suas duas filhas tiveram as licenças de tutela canceladas.

“Não há lugar para pessoas envolvidas com negligência e maus-tratos a cavalos nas corridas de Nova York,” disse John Sabini, diretor da RWB.

Paragallo, tutor da favorita Derby de 1996 e do finalista Unbridled’s Song, já “lançou” mais de 4.500 cavalos e ganhou mais de U$20,6 milhões em vendas ao longo dos anos.

Paragallo disse à Associated Press em abril que apenas 20 de seus cavalos estavam abaixo do peso e culpou o inverno rigoroso e as competições pelo estado dos animais.

A Humane Society de Hudson-Greene está cuidando de 177 cavalos apreendidos após a invasão e já encontrou novos lares para 75 deles.

O homem será julgado no dia 18 de agosto.

Nota da Redação: A comissão responsável demonstra preocupação com o estado dos animais, mas na realidade seu próprio negócio e entretenimento são baseados na pura exploração de cavalos em suas corridas. São meros objetos de lucro para Paragallo, e para a RWB precisam ser bem tratados para que gerem mais espectadores. A vida em liberdade parece estar distante da realidade desses animais.

Com informações de CBC Sports CA


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SAÚDE

HONG KONG

AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>