Frio pode ter matado peixes em Parque de Porto Alegre (RS)


Cenas de peixes mortos em águas turvas impressionaram ontem moradores de Porto Alegre (RS) em um dos principais parques da capital. Os animais boiando surpreenderam quem passava pelo lago do Parque Moinhos de Vento, o Parcão. De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sman), o frio teria sido a causa da morte de cerca de 80 tilápias, que foram retirados da água pela administração do parque.

O biólogo Albano Schwarzbold, doutor em ecologia aquática e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), diz que é possível sim que a soma de dias gélidos tenha causado a morte dos peixes.

Originárias da África, na região norte do Rio Nilo, não conseguiriam resistir a temperaturas muito baixas.

– Abaixo de 5°C ou 6°C, elas começam a morrer. É uma espécie exótica e não aguentaria permanecer nos nossos rios pela temperatura – sustenta Schwarzbold.

– Não dá para dizer com certeza que foi o frio pois é necessário uma análise e um estudo do local. Mas não é incomum – afirma o biólogo.

De acordo com o trabalhadores do parque, a mortandade das tilápias não é incomum, pois outros registros já teriam ocorrido em anos anteriores.

– Há dois anos houve a mesma coisa – lembra o guarda-parques Davi Lopes Leite.

O administrador Ricardo Correa Gass, 28 anos, demonstrou tristeza ao ver a situação. Ele passeava com a mãe, Elba Maria Correa Gass, 59 anos, quando viu os animais boiando.

– Fiquei surpreso porque moro há bastante tempo aqui e é a primeira vez que vejo os peixes nesse estado. É estranho os peixes morrerem por causa do frio. Acho que pode ser outra coisa, como a qualidade da água – aponta.

Fonte: Zero Hora


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>