Criminosos estão matando cavalos e vendendo a carne no mercado negro em Miami


Por Marcela Couto (da Redação)

Alguém está matando os cavalos do condado de Miami-Dade. Desde Janeiro, a polícia informou que pelo menos 17 cavalos foram assassinados, suas carcaças foram abandonadas em rodovias e pastos rurais.

Richard Couto brinca com Potrinho sobrevivente
Richard Couto acaricia Potrinho sobrevivente Foto: AP

A polícia está procurando pistas para tentar descobrir quem está matando os animais e porque, mas os defensores dos direitos animais acreditam que a carne deles está sendo vendida no mercado negro para pessoas de outros países onde cavalos são uma iguaria.

“É realmente um péssimo problema que estamos tentando desvendar e eliminar,” disse Richard Couto, um investigador da South Florida Society for the Prevention of Cruelty to Animals, que recentemente investiga seis casos de cavalos mortos. “Está sendo extremamente difícil encontrar as pessoas que estão abatendo esses animais”.

Ivonne Rodriguez nunca havia ouvido histórias de horror como essas, nem mesmo visto fotos, até que seu cavalo, Geronimo, desapareceu do pasto em uma manhã de Fevereiro.

Ela perdeu dias de trabalho para distribuir folhetos na vizinhança, perguntando se alguém havia visto um cavalo que adorava maçãs e a companhia de crianças.

Alguns dias depois, ela recebeu uma ligação de seu pai. Os restos mortais do cavalo foram encontrados embaixo de uma árvore, escondidos pelas raízes. O animal foi decapitado e estripado, aparentemente por criminosos em busca de carne.

“Não é apenas perturbador, é muito doloroso,” disse Rodriguez. “

Os assassinatos continuaram. Na segunda-feira,  uma carcaça com aproximadamente 90 kg de carne retiradafoi encontrada. O tutor da égua se deparou com os restos do animal e seu pequeno filhote ao lado, vivo.

O capitão de polícia de Miami-Dade, Scott Andress, disse que os casos são difíceis de resolver porque ocorrem em áreas rurais onde não há testemunhas oculares. Ele declarou que os policiais estão trabalhando para descobrir onde a carne dos animais está sendo vendida para então chegar aos responsáveis.

Com informações de Straits Times


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTELIONATO

MALDADE

ESTADOS UNIDOS

FEBRE AMARELA

REVERSÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>